Ver perfil

A minha corda rompeu. E agora?

Impulso News
A minha corda rompeu. E agora?
Por Impulso News • Edição Nº46 • Ver na web
Toda semana, temos uma edição com conteúdos escritos e curados por Sylvestre Mergulhão, Karine Silveira e Rafael Miranda sobre Inovação, Liderança, Transformação Digital e Business Agility. Nessa semana, confira este artigo da nossa COO Karine (Kari) Silveira.

Então, essa talvez seja a News mais difícil para mim. 😔
Nesses últimos 28 anos de carreira, sempre fui intensa, raramente dizia não e os desafios diferentes me atraem brutalmente. Então, sempre trabalhei muito, mas muito, muito mesmo, envolvida com milhões de projetos ao mesmo tempo.
Claro que, ao longo da minha caminhada, descobri que o problema dos excessos estava em mim e não nos lugares pelos quais passei. 🙄 Sempre tive oportunidade de dizer não e tentar equilibrar o volume de trabalho, mas nunca fiz porque simplesmente amo trabalhar. 
O fato é que estiquei demais a minha corda e ela rompeu há uns 3 meses. E cá estou eu, devidamente diagnosticada com Transtorno de Ansiedade Generalizado e depressão moderada.
A gota d'água 💧 foi minha mãe ter descoberto um câncer de mama, além de eu ser filha única e estar a vários quilômetros de distância — moro em Portugal e minha mãe no Brasil. Desde a minha adolescência sou ansiosa, mas seguia me virando. A tosse seca estava sempre presente nos meus momentos difíceis, além da insônia, mãos e pés gelados, e sensação de desmaio. 
Até que não consegui mais e fui parar na Psiquiatra. E saí de lá:
  • Cheia de medicamentos;
  • Com uma meta de encontrar hobbies e outras coisas para fazer além de trabalhar e estudar;
  • Fazer terapia;
  • Meditação;
  • Muito exercício físico;
  • e ficar pelo menos 3 meses fora da minha empresa. 😱
Morri com essa última frase. Como ficar longe do que se ama? Do que construí? Como ficar longe das minhas pessoas? 💔
Entrei em um completo processo de negação e desespero. E sabem o que foi mais difícil? Contar para os meus sócios, Mira e Mergulhão, que são mais que sócios, são amigos, companheiros de vida e de jornada, que eu precisava me afastar um pouquinho da Impulso
Para mim, esse afastamento demonstrava uma fragilidade tamanha minha, e eu não conseguia enxergar o quanto eu fui forte, dedicada e essencial ao longo de toda a nossa história. 🚀 Para eles, era isso mesmo, e eu precisava parar o tempo necessário para depois voltar. Eles me deram uma empurrada para que eu começasse a sair com algumas soluções:
  • Abri mão de projetos e deleguei mais;
  • Conversei abertamente com os meus times e lideranças sobre autonomia e expectativas, e como estou precisando de cada um deles;
  • Não comecei a meditar, mas o meu Instagram está cheio de desenhos “quase toscos” em aquarela;
  • Tirarei umas férias maiores e sem olhar o Slack;
  • Já estou de férias e volto em 10 de janeiro, em um modelo mais leve por um tempinho.
Será um aprendizado para mim esse novo tudo e confesso que, em vários momentos, me pego refletindo se eu conseguirei diminuir de verdade o ritmo. 🙄
Moral da história: avalie se você não precisa ser generoso com você como é com as suas pessoas e seus times. 
  • Conheça seus limites;
  • Pare quando necessário;
  • Peça ajuda aos seus times;
  • Respire porque você não precisa dar conta de tudo. O backlog sempre será infinito e descontrolado;
  • Forme suas lideranças.
Tenho guardado uma frase da Brené Brown, quase como um mantra: “Fale com você mesmo como falaria com alguém que ama”.
Beijos e Boas Festas!!!🎄
Livro A vida que vale a pena ser vivida
To Recover from Burnout, Regain Your Sense of Control
Livro A vida invisí­vel de Addie LaRue
A vida não tem que ser do jeito que sempre foi. Mudar sua mentalidade e realizar pequenas ações o ajudará a começar o processo de se sentir menos exausto e mais esperançoso quanto ao futuro.
Elizabeth Grace Saunders
Curtiu essa edição?
Impulso News

Conteúdos sobre Inovação, Liderança, Transformação Digital e Business Agility, escritos e selecionados especialmente por Sylvestre Mergulhão, Karine Silveira e Rafael Miranda.

Para cancelar sua inscrição, clique aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Impulso News via Revue.
Rua da Glória, 190, Sala 1002, Rio de Janeiro, RJ