Ver perfil

Será que não estamos em muitas "ditaduras"?

Impulso News
Será que não estamos em muitas "ditaduras"?
Por Impulso News • Edição Nº30 • Ver na web
Toda semana, temos uma edição com conteúdos escritos e curados por Sylvestre Mergulhão, Karine Silveira e Rafael Miranda sobre Inovação, Liderança, Transformação Digital e Business Agility. Nessa semana, confira este artigo da nossa COO Karine (Kari) Silveira.

Para quem leu minha última news, quero dizer que minhas férias foram ótimas. Sobrevivi 15 dias sem olhar nada, nadinha, no Slack. Dessa vez, meu time perdeu a aposta.💪
E agora que voltei, andei pensando sobre o quanto nós tendemos ao exagero em várias realidades… Por exemplo, decisões pautadas exclusivamente em dados, a “necessidade” de estarmos felizes o tempo todo no trabalho e, para contratar alguém, há uma super utilização de ferramentas.
Contratação é um tema que está muito presente no meu dia e quero falar com vocês um pouco sobre isso. 
Frequentemente, surgem notícias de softwares que deixam pessoas de fora dos processos seletivos porque seus algoritmos funcionam criando padrões e critérios com base em pessoas consideradas referências na empresa. 
Não sou contra as ferramentas. Entretanto, me preocupo em relação ao quanto estão preparadas para cobrir a complexidade de conhecermos pessoas e identificarmos seus potenciais. 🚀
Aliás, esse é o meu desafio: equilibrar o uso de ferramentas e pessoas em todas as etapas do nosso processo de Montagem de Times de Tecnologia. 
Quando começamos a montar um novo time, fazemos o seguinte:
  • Nosso sistema analisa o perfil de mais de 90 mil profissionais, cruzando características das pessoas e do time que está sendo montado, e recomenda uma lista inicial ao time de Talentos.
  • Apesar dessas recomendações, não cortamos ninguém. Todas as pessoas da nossa comunidade recebem detalhes sobre o desafio, stack tecnológico, senioridade, habilidades comportamentais esperadas e, se desejarem, entram no processo seletivo. 
  • Conversamos com todas essas pessoas, tanto as indicadas pelo nosso algoritmo quanto as que estão motivadas e engajadas porque curtiram o desafio - pessoas que querem abraçá-lo e entraram no processo.
  • O fluxo envolve um time de mais de 50 pessoas, entre especialistas em tecnologia e nossa equipe de talentos, que realizam várias entrevistas. Essas conversas nos permitem identificar gaps técnicos e comportamentais, além de objetivos, motivações e quais desafios fazem sentido como próximo passo para a carreira de quem é entrevistado. 
  • E por fim, mas um dos pontos mais importantes: damos feedbacks concretos! Orientamos sobre como superar os gaps que encontramos, porque, no final, queremos fazer diferença na vida dessas pessoas — ainda que não venham a trabalhar com a gente naquele momento.
No futuro, lembrarão de nós com carinho. ❤️
Post sobre a "ditadura da felicidade" | Karine Silveira no LinkedIn
Os dados podem estar enganando
Livro Por que os generalistas vencem em um mundo de especialistas
Dados são como lixo. É melhor você saber o que vai fazer com eles antes de coletá-los.
Mark Twain
Curtiu essa edição?
Impulso News

Conteúdos sobre Inovação, Liderança, Transformação Digital e Business Agility, escritos e selecionados especialmente por Sylvestre Mergulhão, Karine Silveira e Rafael Miranda.

Se você não quer mais receber essa newsletter, por favor cancele sua assinatura aqui.
Se você recebeu essa newsletter de alguém e curtiu, você pode assinar aqui.
Curadoria cuidadosa de Impulso News via Revue.
Rua da Glória, 190, Sala 1002, Rio de Janeiro, RJ